Moda e Beleza

Moda e Beleza 2

Post Page Advertisement [Top]

Os objetos de cozinha que mais acumulam bactérias

Os objetos de cozinha que mais acumulam bactérias

A cozinha é um dos ambientes da casa que mais acumulam bactérias, até mesmo mais do que o banheiro. As mudanças de temperatura e os diferentes tipos de alimentos fazem desse espaço um grande foco de infecções. Além da limpeza habitual, é necessário desinfetar alguns objetos e superfícies que entram em contato com os alimentos. Só assim os germes podem ser eliminados e a nossa saúde pode ser preservada.


Um objeto aparentemente limpo não significa que não contenha bactérias. É por isso que, hoje, vamos contar quais os objetos mais críticos da cozinha, ou seja, aqueles que acumulam mais bactérias. Confira e aprenda como desinfetá-los.

1. Esponjas


Um clássico em termos de acumulação de bactérias. Em função da umidade e pelo contato direto com a sujeira, esse objeto de limpeza é perfeito para a proliferação delas. Uma esponja acumula 200 vezes mais bactérias do que o vaso sanitário, e é por isso que deve ser trocada com frequência. Para eliminar o problema, você pode colocar a esponja por alguns segundos no micro-ondas. A cândida também é uma alternativa para eliminar as bactérias.

2. Pirex com sal


Muitas pessoas deixam sal em um pirex ou outro pote, normalmente sem tampa e próximo do fogão, para facilitar na hora de cozinhar. A proximidade pode fazer com que partes da comida pinguem no sal. O grande problema está na contaminação cruzada, ou seja, tocamos o sal após tocar em outros alimentos. O recomendável, portanto, é usar um recipiente com tampa.

3. Caixas de ovos de plástico


A melhor coisa a fazer é se desfazer das caixas de ovos de plástico, já que elas estão desenhadas para proteger os ovos de diferentes bactérias, e para que não contaminem outros alimentos da geladeira — e, portanto, é nela que os germes acabam ficando. Se você quiser guardar os ovos nas caixas, é melhor limpá-las antes com água quente.

4. Tábuas de madeira


Como está em contato direto com os alimentos, contém muitas bactérias. É recomendável ter uma tábua para cada tipo de alimento, e não cortar tudo na mesma, o que evita a contaminação cruzada. De qualquer forma, é fundamental desinfetar a tábua após o uso ou com um desinfetante comum, água sanitária ou com suco de limão e vinagre.

5. Utensílios de madeira


É muito difícil manter os utensílios de madeira em condições higiênicas aceitáveis, já que eles são muito porosos, o que facilita a proliferação de bactérias. É melhor usar os de plástico ou silicone, já que são mais fáceis de lavar. Se você quiser usar os de madeira, tome muito cuidado com a limpeza. O ideal é desinfetá-los com vinagre e sempre secá-los bem antes de guardar.

6. Pano de prato


Esse objeto deveria ser usado apenas para secar os talheres, o que não acontece na prática. Normalmente, limpamos restos de alimentos das mãos e da pia com o pano, o que faz com que muitas bactérias apareçam. Além de trocá-los frequentemente, é preciso lavá-los na máquina com água quente.

7. Máquina de café


A umidade, os restos de café e o calor fazem com que a máquina de café seja o ambiente perfeito para a proliferação de bactérias. Elas podem aparecer no recipiente de água, por isso é importante abrir a máquina pelo menos duas vezes por semana. Desta forma, eliminamos o resto de café.

8. Prensa para hambúrguer


A prensa para fazer hambúrguer está em constante contato com a carne crua, e esta contém muitas bactérias. O ideal é fazer o hambúrguer com as mãos (bem lavadas), eliminando os riscos de proliferação das bactérias. Se esse objeto for imprescindível, lave-o muito bem após o uso.

9. Porta-facas (bloco) de madeira


É muito comum as pessoas terem um bloco com furos para as facas. Mas, como se pode imaginar, é praticamente impossível limpar esses furos, o que faz com que sejam um grande foco de umidade e de bactérias. O ideal é colocar o porta-facas em uma mistura de água com cândida. Depois, é importante que ele seque bem, para que não voltem a aparecer fungos e bactérias.

10. Gaveta de hortaliças


É muito importante você limpar a gaveta da geladeira pelo menos uma vez ao mês, e sempre lavar as hortaliças antes de colocá-las na gaveta. O ideal é usar água quente com sabão para eliminar o mofo e evitar o surgimento de salmonela. Deixe a gaveta secar bem antes de colocá-la de novo na geladeira.

11. Escorredor


Todos sabemos que o escorredor é o lugar perfeito para as bactérias por causa da umidade. Quase ninguém limpa o escorredor com a frequência necessária, e nele sempre há acúmulo de sabão e água, criando o ambiente ideal para o surgimento de mofo. O ideal é lavar o escorredor quase todos os dias e evitar que ele fique úmido por muito tempo.

12. Puxadores de armário


Entramos em contato com esses puxadores todos os dias, e quase nunca os colocamos como parte dos objetos que devem ser limpos com frequência. Enquanto cozinhamos, quase sempre abrimos as portas dos armários e as gavetas, deixando nos puxadores restos de comida. Da mesma maneira que limpamos a pia e o fogão após cozinhar, precisamos nos lembrar de desinfetar os puxadores. Se quiser, use um pano ou um papel toalha e um bom desinfetante em spray para isso.

Como você pode ver, são muitos os objetos de cozinha que merecem cuidado na hora da limpeza. Por isso, não economize esforços e mantenha a sua casa sempre limpa e a sua saúde sempre em ordem.

Por: Incrível Club

Bottom Ad [Post Page]